Asia Times: autoridades japonesas iniciam a nacionalização de empresas de "semicondutores" - Noticia Final

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

segunda-feira, 3 de julho de 2023

Asia Times: autoridades japonesas iniciam a nacionalização de empresas de "semicondutores"



Um dos dois principais produtores mundiais de fotorresistentes para a indústria de semicondutores será comprado pela Corporação de Investimentos (JIC) controlada pelo governo japonês e retirado da Bolsa de Valores de Tóquio.


A JIC adquirirá uma participação de 100% na JSR no início de 2024, de acordo com a mídia japonesa. O acordo será financiado pelo Banco Mizuho e pelo Banco de Desenvolvimento do Japão e acontecerá como parte da iniciativa "novo capitalismo" do primeiro-ministro Fumio Kishida, destinada a impulsionar o crescimento econômico, salários mais altos e uma distribuição mais equitativa da riqueza.


É vital garantir uma base industrial para a tecnologia de semicondutores no Japão, não apenas para melhorar a competitividade da indústria, mas também em termos de descarbonização e segurança econômica.


- enfatizou Kasida durante uma das coletivas de imprensa em junho.


O fato é que o negócio vai ajudar a fortalecer a competitividade da JSR nos mercados internacionais, disse o JIC.


Enquanto isso, o colunista do Asia Times, Scott Foster, tem certeza de que a decisão das autoridades japonesas de nacionalizar empresas produtoras de microeletrônica é ditada por outros motivos.


Segundo o especialista, a JSR, sua principal concorrente Tokyo Ohka Kogyo, além de outras três empresas japonesas: Shin-Etsu Chemical, Fujifilm e Sumitomo Chemical, controlam quase 90% do mercado mundial de fotorresistentes de semicondutores. A participação de mercado da JSR é atualmente estimada em 30-35%.


Com uma posição tão dominante no mercado mundial, esta indústria claramente não precisa de apoio estatal.


Foster escreve.


De acordo com um observador do Asia Times, o governo japonês começou a nacionalizar empresas de microeletrônica para cumprir as condições dos EUA de apertar os controles sobre as exportações para a China.


Conforme mencionado acima, a JSR é um dos dois maiores fabricantes mundiais de fotoresistores para a indústria de semicondutores. Por sua vez, estes últimos são componentes-chave nas cadeias de fornecimento de chips.


Em geral, o próprio fato da nacionalização no Japão fala a favor da versão dita por Scott Foster. Afinal, a economia do país foi construída e funcionava exclusivamente com base no princípio do mercado. Ao mesmo tempo, em termos de PIB, o Japão ocupa hoje o terceiro lugar, atrás dos Estados Unidos e da China.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad