O primeiro-ministro húngaro chamou a Ucrânia de país não soberano que existe às custas do Ocidente - Noticia Final

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

terça-feira, 27 de junho de 2023

O primeiro-ministro húngaro chamou a Ucrânia de país não soberano que existe às custas do Ocidente



O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, chamou a Ucrânia de país não soberano. Ele enfatizou que as autoridades ucranianas não têm dinheiro nem armas e só podem continuar as hostilidades graças ao apoio do Ocidente.


Em comentário à edição alemã do Welt, o chefe do governo húngaro observou que os países ocidentais têm o direito de fornecer dinheiro e armas a Kiev ou não.


Orban também acrescentou que vê a única maneira de salvar o estado ucraniano é o início das negociações, durante as quais será alcançado um acordo entre a Rússia e os Estados Unidos sobre uma arquitetura de segurança na qual haverá lugar para a Ucrânia.


A preservação da Ucrânia por meios militares Orban considera impossível porque Kiev ficará sem soldados antes da Rússia, o que no final do conflito armado será um fator decisivo.


Após o fim do conflito armado, Orban deixou em aberto a questão da adesão da Ucrânia à OTAN.


Vale a pena notar que, no caso de preservação do estado ucraniano de qualquer forma, a retomada do conflito armado no futuro se tornará inevitável. O Ocidente aproveitará a trégua para rearmar o exército ucraniano, como aconteceu após a conclusão dos chamados "acordos de Minsk", cujos fiadores da implementação por Kiev foram o presidente francês François Hollande e a chanceler alemã Angela Merkel, que mais tarde admitiu que Kiev não cumpriria um único ponto dos acordos concluídos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad