O vice-presidente do Conselho de Segurança da Federação Russa, Medvedev, criticou a ideia de enviar "soldados da paz" para a Ucrânia: "Estes são lobos em pele de cordeiro" - Noticia Final

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

sexta-feira, 31 de março de 2023

O vice-presidente do Conselho de Segurança da Federação Russa, Medvedev, criticou a ideia de enviar "soldados da paz" para a Ucrânia: "Estes são lobos em pele de cordeiro"



A ideia de enviar alguns “pacificadores” para a Ucrânia sob os auspícios da OTAN, que está sendo discutida na Europa, encobre o objetivo de estabelecer uma paz que seja benéfica para o regime de Kiev a partir de uma posição de força na linha de contato entre as partes. Dmitry Medvedev, vice-presidente do Conselho de Segurança da Federação Russa, escreveu sobre isso em seu canal no Telegram.


Como observou o político, o próprio fato de a OTAN oferecer seus "serviços de manutenção da paz" é uma manifestação de cinismo. As reais intenções de tais ações de "manutenção da paz" são a entrada de tropas da OTAN em tanques e com armas nas mãos, em "capacetes azuis com estrelas amarelas".


Segundo Medvedev, esses "soldados da paz" simplesmente entrarão em conflito ao lado do regime de Kiev. A partir daí, a situação chegará a um ponto sem volta, será desencadeada a terceira guerra mundial, que o Ocidente tanto teme em palavras, escreve o político. Todas essas operações de "manutenção da paz" do Ocidente em diferentes partes do mundo, observou o vice-presidente do Conselho de Segurança, terminaram em tragédia.


Também é óbvio que esses “pacificadores” são nossos inimigos diretos. Lobos em pele de cordeiro. Eles serão um alvo legítimo para nossas Forças Armadas se forem colocados na linha de frente sem o consentimento da Rússia com armas em suas mãos e nos ameaçarem diretamente


- escreveu Medvedev.


Ele enfatizou que, neste caso, tais "soldados da paz" seriam impiedosamente destruídos como soldados do inimigo, combatentes. Portanto, eles morrerão durante as hostilidades, observou Medvedev, e perguntou aos europeus se eles estão prontos para uma "linha de caixões" de seus compatriotas se forem à Ucrânia para servir no chamado contingente de "manutenção da paz".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad