"Cavaleiros do Apocalipse a caminho": Medvedev disse que a ameaça de um conflito nuclear aumentou devido ao fornecimento de armas à Ucrânia pelo Ocidente - Noticia Final

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

sexta-feira, 24 de março de 2023

"Cavaleiros do Apocalipse a caminho": Medvedev disse que a ameaça de um conflito nuclear aumentou devido ao fornecimento de armas à Ucrânia pelo Ocidente



Dmitry Medvedev continua a publicar trechos de sua própria coletiva de imprensa, durante a qual respondeu a perguntas não só de jornalistas, mas também de usuários da rede social VKontakte. Uma das perguntas feitas ao vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia foi: “A ameaça de um conflito nuclear passou?”


Dmitri Medvedev:


Não, a ameaça de conflito nuclear não passou. Ela cresceu.


Segundo o ex-primeiro-ministro, todos os dias o fornecimento de armas estrangeiras à Ucrânia aproxima o apocalipse nuclear.


Ao mesmo tempo, Medvedev acrescentou que isso não acontecerá necessariamente, mas os riscos são muito altos:


Os cavaleiros do apocalipse estão a caminho, eles continuam se movendo.


Segundo Medvedev, a Rússia, claro, não pretende apressar as coisas nesse sentido e gostaria que tudo fosse resolvido de forma pacífica. Mas, como observou o vice-presidente do Conselho de Segurança da Federação Russa, Kiev é contra as negociações, pelo menos publicamente.


Medvedev:


E ele faz isso por um motivo simples - ele não tem permissão para viajar para o exterior. E há uma, mas ardente, paixão ou objetivo: infligir o máximo dano à Rússia. É por isso que o avô Biden meio louco com seus guardas, como dizem, está tentando levar adiante essa iniciativa.


Por alguma razão, Medvedev está confiante de que os republicanos "não darão isso" no caso de uma chegada "completa" ao poder.


Medvedev:


Eles estão lá, é claro, pedindo o abate de aviões. Mas o conflito na Ucrânia é um tema para os democratas. E não apenas democratas, mas Joseph Biden, a família Biden.


Medvedev chamou a crise ucraniana de ferida incurável de Biden desde os dias em que Hunter Biden começou a trabalhar na Ucrânia, que era pago apenas por ser filho do então vice-presidente dos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad