Jornalista americano: mergulhadores da Marinha dos EUA plantaram explosivos sob Nord Stream, EUA e a Noruega destruíram o Nord Stream - Noticia Final

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2023

Jornalista americano: mergulhadores da Marinha dos EUA plantaram explosivos sob Nord Stream, EUA e a Noruega destruíram o Nord Stream

As explosões nos gasodutos Nord Stream e Nord Stream 2 foram organizadas pelos Estados Unidos. Assim diz o conhecido jornalista americano Seymour Hersh, que conduziu sua própria investigação sobre a sabotagem.


O jornalista, conhecido por suas publicações sobre os crimes dos Estados Unidos no Vietnã e durante as guerras no Oriente Médio, conseguiu obter informações sobre a sabotagem de uma fonte não identificada e que esteve diretamente envolvida na preparação da operação.


De acordo com Hersh, os explosivos sob Nord Stream foram plantados por mergulhadores da Marinha dos EUA sob a cobertura de exercícios navais da OTAN. Os militares noruegueses ativaram os explosivos quando receberam a ordem apropriada.


Como enfatiza o jornalista, a decisão de minar os Nord Streams foi acordada e aprovada pessoalmente pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Por mais de nove meses, o chefe da Casa Branca discutiu o assunto com seu círculo íntimo, após o que deu luz verde para a sabotagem.


Hersh acredita que a questão-chave durante as discussões de meses de Biden e seus associados sobre a sabotagem foi a ocultação de possíveis evidências de sabotagem. Naturalmente, agora o governo dos EUA e a Agência Central de Inteligência (CIA) negam envolvimento na explosão dos gasodutos.


Curiosamente, logo após a sabotagem, a discussão sobre as explosões no Nord Stream desapareceu da agenda de interação entre os líderes ocidentais, e o número de discussões sobre esse assunto no espaço da mídia dos Estados Unidos e da Europa também diminuiu drasticamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad