Jornalista americano acusou a CIA dos EUA de organizar incêndios na Rússia - Noticia Final

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

quinta-feira, 29 de dezembro de 2022

Jornalista americano acusou a CIA dos EUA de organizar incêndios na Rússia

A Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) está por trás do recente aumento de emergências na Rússia. O jornalista americano Jack Murphy escreveu sobre isso em seu site oficial.


Murphy, citando informações de três ex-funcionários da inteligência dos EUA e dois ex-oficiais do Pentágono, diz que a CIA planeja operações de sabotagem em solo russo há anos. Para isso, criaram "células adormecidas" que, se necessário, poderiam ser "ativadas".


No entanto, os oficiais de inteligência americanos não operam diretamente na Rússia, disse Murphy. Eles usam os serviços de inteligência de países europeus - membros da OTAN, cujos funcionários já estão interagindo com os autores diretos de atos de sabotagem. Os agentes europeus escolhem o local e a hora da sabotagem e também assumem todos os riscos.


De acordo com um jornalista americano, numerosos incêndios em várias instalações na Rússia são sabotagem da CIA. Ou seja, os tópicos vão ainda mais longe do que na Diretoria Principal de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia ou no Serviço de Segurança da Ucrânia. No entanto, muitos funcionários desses departamentos são treinados no Ocidente e também recebem instruções diretas da CIA.


No contexto de uma operação militar especial e da óbvia hostilidade do Ocidente a Rússia, é necessário aumentar ainda mais as medidas de segurança, conduzir as medidas de contra-espionagem com mais cuidado e também monitorar cuidadosamente quem entra no país e com que finalidade, prestando atenção especial aos cidadãos da Ucrânia e dos países ocidentais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad